Tipos de ordens na Bolsa de Valores

Essencialmente existem dois tipos de ordens: limitada e a mercado. Todas as demais são apenas variações dessas duas.

A bolsa de valores funciona com uma feira organizada, em que compradores e vendedores entram numa fila para vender seus produtos. Imagine que todos vendam um mesmo tipo de produto e que a única diferença entre eles seja o preço que os vendedores desejam vender. Quem chega primeiro tem prioridade de vender por aquele preço específico.

Entendendo como funciona o Book de Ofertas

Uma exemplo prático: há 10 vendedores de bicicletas, dois deles querem R$ 500 pela sua bicicleta, três deles querem R$ 550 e os outros cinco só vendem por R$ 600. Se chegar alguém disposto a pagar R$ 600 qual vendedor irá fechar o negócio? Em uma feira convencional o mais esperto conseguiria vender a bicicleta, mas na bolsa de valores não funciona assim. Teria direito de vender o primeiro vendedor a dizer que está vendendo uma bicicleta por R$ 500 e o preço de venda seria exatamente esse.

O sistema funciona dessa maneira para que o preço justo seja mantido e para que não haja discrepância no casamento das ordens. Agora vamos analisar o papel de cada um para que nossa explicação fique clara.

Os vendedores que manifestam o seu desejo de vender as bicicletas por determinados preços são como os players que apregoam ordens no Book de Ofertas, ou seja, enviam ordens limitadas para a bolsa. O comprador que chega aceitando pagar qualquer preço é como um player que envia uma ordem a mercado, ou seja, ele aceita pagar qualquer preço, mas sua ordem será executada pelo melhor preço disponível.

O nosso exemplo pode ser estendido para o caso dos compradores. Considerando que o negócio foi fechado e que agora restam 9 vendedores, vamos imaginar que 3 novos compradores apareçam, dois deles oferecendo R$ 450 e outro R$400. O primeiro que ofereceu R$ 450 fica no primeiro lugar da fila. O que foi dito acima em relação à oferta de compra serve para a oferta de venda, se aparecer um vendedor disposto a entregar o seu bem por R$ 300 ele será vendido pelo melhor preço de compra, ou seja, R$ 450.

De acordo com o nosso exemplo podemos tirar algumas conclusões:

Um ordem limitada é uma ordem que vai para o Book de Oferta, portanto entra na fila para ser executada. Esse tipo é popularmente conhecido como ordem na pedra.

Uma ordem a mercado é uma ordem que será executada pelo melhor preço, se for uma ordem de compra será executada pelo melhor preço de venda, se for uma ordem de venda será executada pelo melhor preço de compra.

Uma ordem limitada de compra com o preço acima do melhor preço de venda será considerada uma ordem a mercado e irá executar pelo melhor preço de venda. O mesmo vale para uma ordem de venda abaixo do melhor preço de compra, ela será considerada como uma ordem a mercado e irá executar pelo melhor preço.

book de ofertas dólar
Book de Ofertas. Fonte: Profitchart/Nelogica

Acima temos um Book de Ofertas real do contrato futuro de dólar. Na primeira coluna tem o número de ordens, ou seja, a quantidade de “compradores”; na segunda coluna temos a quantidade de contratos disponíveis; na terceira temos o preço pelo qual eles estão sendo ofertados. Nas três colunas seguintes contém as mesmas informações, mas em relação à venda.

Consumindo a liquidez do Book de Ofertas

Considerando o cenário do book acima, o que aconteceria se alguém enviasse uma ordem de venda a mercado de 500 contratos?

Analisando a imagem podemos notar que há 165 contratos por 3.295,0; 110 contratos por 3.294,5; 160 contratos por 3.294,0; 180 contratos por 3.293,5 e assim por diante. Uma ordem a mercado de 500 contratos consumiria todas as 500 primeiras ofertas, ou seja, os 165 por 3.295, os 110 por 3.294,5, os 160 por 3.294 e mais 65 contratos por 3.293,5. Para uma ordem a mercado não importa o preço, apenas a quantidade.

E se, em vez de uma ordem a mercado, fosse uma ordem limitada de venda a 3.294?

Aconteceria algo similar ao que aconteceu com a ordem a mercado, a diferença seria que após consumir toda a liquidez de lotes até o 3.294 os 65 lotes restantes não passariam para a faixa de preço seguinte, mas entrariam no Book de Oferta como ordens de venda limitada por 3.294!

Abaixo discutimos variações das ordens a mercado e limitada.

Outros tipos de ordens

Ordem Stop/Stop Loss: é uma ordem de disparo, no momento em que é acionada ela envia uma ordem a mercado para a bolsa. Uma das principais funções da ordem stop é a proteção, se você está posicionado e só aceitar perder até determinado ponto a ordem stop é uma garantia de que você ira sair quando o preço chegar no limite que você considera aceitável.

Muita gente fala em stop gain, mas na verdade não existe uma ordem de stop gain, pois quando você coloca uma ordem no seu take profit (objetivo de lucro) essa ordem vai para a bolsa como uma ordem limitada. Entre outras coisas é por isso que muita gente reclama que sua ordem “não pegou”, porque a saída com gain é sempre uma ordem limitada, consequentemente ela vai pra fila e não há garantias de que se o preço atingir o alvo irá executar todas as ordens naquela faixa de preço. Ele pode simplesmente chegar até lá, executar algumas ordens e voltar.

Stop Limitada. É uma ordem stop com o preço de saída preestabelecido. Caso ativada ela irá enviar uma ordem limitada para a bolsa. Esse tipo de ordem tem dois preços, um preço de disparo e um preço de execução. Se a diferença entre o preço de disparo e o preço de execução for muito pequena, em momentos de grande volatilidade corre o risco da ordem ser pulada, então é bom prestar bastante atenção no momento de configurar os preços.

Stop Móvel/Trailing Stop: é uma ordem que se movimenta junto com o preço. À medida em que o preço se movimenta pra frente o stop vai se movimentando junto, garantindo o ganho ou apenas um stop em um ponto melhor. Se o preço voltar e acionar o stop já não haverá mais perdas, pode ser que o stop já esteja acima do preço de entrada e saia no lucro.

Ordem Start/Start Móvel: mesmo conceito das ordens stops, a diferença é que enquanto uma ordem stop é para sair de uma operação, a ordem start tem a função de entrar na operação. Imagine que você faça uma análise gráfica e que a partir dela você acredite que quando os papéis da PETR4 deem uma entrada quando o preço se movimenta 15 centavos pra cima, você programa a ordem start e quando o preço chegar lá um disparo será acionado e sua ordem enviada para a bolsa. Em geral as plataformas utilizam apenas stop para os dois casos, mas alguns HBs diferenciam start de stop.

Ordem OCO (one cancels the other order). É um tipo de ordem que ao ser enviada são colocadas três ordens simultaneamente: um ponto de entrada, um stop loss e um take profit. No momento em que a entrada é ativada, seja por uma ordem start, seja por uma entrada a mercado, as outras duas ordens são plotadas imediatamente; se a operação for até o alvo e executar sua saída a ordem stop será cancelada, caso contrário, caso a operação vá até o seu stop a ordem do alvo será cancelada.

A grande vantagem da ordem OCO é que a ordem não executada será cancelada, ao contrário de plotar manualmente o stop loss e o alvo de saída. Neste caso a retirada da ordem desnecessária teria de ser manual também.

ordem stop e limitada no gráfico
Ordens colocadas diretamente no gráfico. Imagem: Profitchart/Nelogica

Compra ASK: compra pelo melhor preço de venda, caso não haja liquidez suficiente nessa faixa de preço os lotes restantes ficam apregoados no Book de Ofertas. Reutilizando o exemplo acima, imagine que uma ordem de compra ask de 30 contratos de dólar é enviada, como só há 25 contratos disponíveis os outros 5 entram no book como oferta de compra por 3.295,5.

Compra BID: apregoa uma ordem de compra pelo melhor preço de compra. Ainda no exemplo acima, se uma compra bid 30 contratos de dólar é enviada ela entrará na fila e será executada após os 165 contratos que já estão na fila na faixa de 3.295,0 serem executados.

Venda ASK/Venda BID: têm a mesma função da compra, mas em relação à venda.

boleta scalper profitchart nelogica
Boleta scalper. Imagem: Profitchart/Nelogica

Apesar dos inúmeros tipos de ordens, não é difícil compreendê-las. Meu objetivo aqui não era falar sobre todas as ordens, ficaram várias de fora, como ordem administrada, ordem discricionária, ordem casada, etc, mas decidi falar apenas das que são realmente úteis para quem opera no dia a dia. Espero que este breve artigo tenha servido para sanar algumas dúvidas. Restou alguma? Deixe nos comentários para continuarmos falando sobre os tipos de ordens. 🙂

____________________

Se você chegou até aqui é porque considerou o artigo interessante. Que tal não perder os próximos e receber diretamente no seu e-mail? CLIQUE AQUI para se cadastrar e não ficar de fora.

____________________

Dica para estudo: Em seu canal no YouTube, o Rodrigo Cohen tem um vídeo explicando como utilizar o STOP ATR, um indicador utilizado para facilitar na identificação dos melhores pontos de saída.

Anúncios

3 comentários em “Tipos de ordens na Bolsa de Valores

Adicione o seu

  1. Ordem Start/Start Móvel: acredito que tenha uma correção aqui “enquanto uma ordem stop é para sair de uma operação, a ordem *stop* tem a função de entrar na operação.”, pois a ordem *start* tem a função de entrada.
    Interessante conteúdo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: